Melissa Warwick







Cálculo e mágica
Há pelo menos dois planos no trabalho autoral da fotógrafa Melissa Warwick. Na camada mais aparente, os ditos entendidos podem apontar a geometria do instante aconselhada pelo trabalho do mestre Cartier-Bresson, uma espécie de ética na seleção objetiva realizada pelas suas lentes e um cuidado especial com a composição. As preocupações formais, por assim dizer, não atrofiaram, contudo, um músculo qualquer na sensibilidade da moça. Um espanto essencial parece impelir o investimento muito pessoal da fotógrafa na imagem. Apesar do rigor, não há distância em relação ao objeto. Em cada trabalho, o meio mundo surpreendido pelos próprios olhos. Cálculo e mágica na mesma dosagem.