Operação Cajueiro





Página infeliz de nossa história
Sob os confetes e serpentinas do Carnaval de 1976, milhares de vozes abafadas. A Operação Cajueiro, manifestação mais pungente do autoritarismo que manchou o território sergipano durante os anos de chumbo, consta entre as muitas páginas subtraídas à história brasileira, um livro pontuado por silêncio e dúvida. Segundo Fábio Rogério, Vaneide Dias e Werden Tavares, diretores do curta-metragem Operação Cajueiro - um carnaval de torturas, a sombra que pesa sobre o episódio constrange a memória local e fragiliza a noção de liberdade vigente.